Posts na categoria: Destaques

Programática- A palavra do momento

Ordinateur

A mídia programática é um dos chavões mais quentes no mercado publicitário de hoje e com boas razões. Segundo dados da eMarketer, o mercado americano vai crescer 137,1%  e deve alcançar os 10 bilhões de dólares, respondendo por 45% do mercado de display nos Estados Unidos. Como acontece com outros tipos de publicidade digital, o

Estratégias de preço inteligentes, clientes engajados

libertines

Se você tivesse um superpoder, qual seria? Ler as mentes de seus clientes? Se esta foi sua resposta, tenho uma boa notícia: isto estará ao seu alcance, se você dominar os truques da “precificação psicológica”. Esta é uma estratégia da qual varejistas podem tirar grande vantagem, não importa se eles operam online, offline ou em

As agências e a tecnologia: quando marketing e inovação se fundem

agencias-tec

O ambiente para o marketing digital está ficando sofisticado e… complicado. Cada vez mais, a necessidade de criar uma experiência personalizada para o cliente força os profissionais de marketing a apostarem em soluções que tornem seu trabalho mais eficiente e, ao mesmo tempo, mais simples. Nesse desafio, a tecnologia é a grande aliada destes profissionais. [LEIA MAIS]

Quem é quem na cadeia do Display?

players-midia-display

CPC, SSP, CPM, CPA, RTB, DSP, CPL, DMP… Mídia display é uma sopa de letrinhas.

Se para os players desse segmento, que trabalham com isso no dia-a-dia, é difícil entender como cada peça dessa cadeia funciona, imagine para o anunciante, que está buscando o melhor parceiro para fazer suas campanhas.

A ideia desse post é contar um pouquinho a história da venda da publicidade online e mostrar o papel desempenhado por cada um dos envolvidos. Vamos lá?

O Bitcoin no e-commerce: a hora é agora?

bitcoin-no-ecommerce

O Bitcoin é moda ou veio para ficar? Se antes estava restrito apenas aos setores mais “tech”, a moeda virtual virou coisa séria, possuindo atualmente uma cotação que gira em torno de R$ 1,1 mil e fazendo com que Bancos Centrais fiquem em polvorosa ao imaginar as consequências que esta nova opção monetária pode ter.

Criado em 2008, o Bitcoin é uma moeda digital criptografada que permite propriedade e transferências anônimas de valores. Desvinculado de qualquer controle centralizado, pode ser salvo em computadores na forma de arquivo carteira (wallet) ou em serviços de carteira providos por terceiros, podendo ser enviado pela internet para qualquer pessoa que tenha um endereço de Bitcoin. [LEIA MAIS]

O Frete Grátis em xeque: quais as alternativas para o varejo online?

Caixas frete grátis

Tida como uma das grandes táticas para atrair consumidores, a oferta de frete grátis está diminuindo. Segundo levantamento recente da consultoria E-bit, em dezembro do ano passado 50% das entregas foram feitas sem nenhum custo para o cliente, o menor índice para o mês desde que a consultoria iniciou esta medição, em 2010, quando a taxa havia sido de 68%. A Amazon, recentemente, anunciou o aumento em US$ 20 na tarifa anual do Amazon Prime, de US$ 79 para US$ 99. Se não está fácil nem para a Amazon, não está fácil para ninguém.

Mas por quê? Porque após anos com dinheiro de investimentos circulando no mercado, agora as empresas estão justificar esse aporte com mais rentabilidade nas vendas – e o frete grátis representa de 10% a 15% do custo das operações de e-commerce. Mas a prática não vai acabar. O que devemos verificar nos próximos anos é que o frete grátis continuará, sim, a ser oferecido, mas com condições – valor mínimo de compras ou com a extensão do prazo de entrega para quem optar por essa alternativa, por exemplo. [LEIA MAIS]

Personalização no frete: o diferencial que se tornou tendência

tendencias-frete-destacada

Que um dos grandes desafios do e-commerce brasileiro é a excelência no frete, todo mundo sabe, dadas nossas limitações logísticas que nem sempre atendem à demanda de um país com dimensões continentais como o nosso. Contudo, o caso do Brasil está longe de ser isolado.

A 2014 MICROS Multichannel Retail Delivery Report analisou 239 lojas online do Reino Unido no que diz respeito a flexibilidade e performance na entrega de produtos adquiridos nas lojas. Verificou-se que, em 2013, 83% dos sites já oferecem múltiplas opções de frete aos seus consumidores (Ex. Em até 24h; No mesmo dia; Com retirada na loja física), um aumento de 4% em relação ao ano anterior. Pró-atividade dos varejistas? Nem tanto. Isso pode ser apenas uma tendência que ditará a sobrevivência das lojas virtuais em um futuro próximo.